WhatsApp Image 2022-09-16 at 10.00.35

Programa Amazônia em casa, Floresta em pé convida consumidor a conhecer produtos sustentáveis da biodiversidade 

Foto: Nareeta Martin/Unsplash

Em celebração ao dia da Amazônia, 5 de setembro, o Programa Amazônia em Casa, Floresta em Pé promove, como nos últimos dois anos, atividades para divulgar e estimular o consumo de produtos sustentáveis da sociobiodiversidade amazônica. 

Durante todo o mês de setembro, os consumidores poderão conhecer e comprar facilmente produtos que contribuem para manter a floresta em pé e gerar renda e trabalho para os amazônidas. 

O mês de setembro começa com a campanha Biomas a um clique, elaborada pelo Mercado Livre e do qual o programa faz parte. A Amazônia, juntamente com os biomas Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, integram a campanha, que é composta por 80 marcas e cerca de 900 itens sustentáveis. 

“Ao fortalecer a estratégia comercial e dar visibilidade para esses negócios, contribuímos para a geração de renda e para a conservação da sociobiodiversidade destes biomas”, diz Laura Motta, gerente sênior de Sustentabilidade do Mercado Livre. “Queremos combinar os saberes da floresta, que geram riqueza e proteção ambiental, com o conhecimento do Mercado Livre em comercialização e logística para impulsionar os impactos positivos desses empreendedores muitas vezes desconhecidos por grande parte dos brasileiros.”

Mariano Cenamo, diretor de novos negócios do Idesam e CEO da AMAZ aceleradora de impacto, destaca que “o programa Amazônia em Casa, Floresta em Pé e o Mercado Livre, desde 2020, lideram esforços para a abertura de novos mercados aos negócios da Amazônia, diante de desafios de logística e acesso a mercados peculiares da região. E essa movimentação agora se estende a outros biomas por parte do Mercado Livre.”

Ao todo, 27 marcas do programa participam das atividades em setembro, oferecendo seus produtos a consumidores de todo o Brasil. Além da presença na loja do Mercado Livre, serão ativados influenciadores ao longo do mês para ampliar a divulgação sobre as marcas e seus impactos positivos.

As marcas oferecem geleias, tucupis, chocolates, pimentas, óleos, manteiga, cachaça de jambu, velas, biocosméticos como shampoo, condicionador, sabonete, dentre outros 

Os produtos poderão também ser adquiridos no Instituto Chão, na cidade de São Paulo, onde serão promovidas degustações nos dias 03 e 10 de setembro e oferecidos descontos ao longo do mês.

“No mês da Amazônia unimos todos os esforços, nós como empreendedores, mercado livre e lojistas, para levar o melhor dos biomas e da floresta pé para a casa do consumidor brasileiro. Valorizar a biodiversidade pode ser sobretudo delicioso e inovador a partir dos produtos incríveis que temos hoje”, destaca Paulo Reis, sócio da Manioca.

Sobre o Programa Amazônia em Casa, Floresta em Pé

Criado em 2020, o programa de acesso a mercados Amazônia em Casa Floresta em Pé é coordenado pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), pela AMAZ Aceleradora de Impacto e pela Climate Ventures e tem como propósito  destravar o acesso ao mercado para os produtores da sociobiodiversidade amazônica.

Tem como apoiadores Mercado Livre, a maior plataforma de e-commerce da América Latina, Fundo Vale, GIZ, CLUA, Instituto humanize e Instituto Clima e Sociedade.

A iniciativa busca reunir atores estratégicos e agir de forma colaborativa para superar gargalos e aumentar as vendas e o acesso a mercado destes empreendimentos a formas inovadoras e interessantes de comercialização.

Em maio, foi iniciada uma jornada de capacitação prática do programa com os 34 empreendimentos  selecionados na mais recente edição da chamada de negócios da iniciativa, realizada entre março e abril deste ano. A jornada oferece aulas práticas, mentorias individuais e encontros presenciais, além de ter proporcionado a participação na NaturalTech 2022, maior feira de produtos naturais da América Latina.

Hoje já integram o movimento 34 marcas.