20231019-AMAZ-OFICINA-PREACELERACAO@RODRIGODUARTE-

Negócios finalistas da Chamada 2023 da AMAZ participam de pré-aceleração

Foto: Rodrigo Duarte/AMAZ

Em outubro, representantes dos nove negócios finalistas da Chamada 2023 da AMAZ se reuniram em Manaus para dar início ao processo de pré-aceleração, etapa final do processo de seleção que vai definir quais negócios serão acelerados, receberão investimento e passarão a integrar o portfólio da aceleradora em 2024.

Empreendedores e empreendedoras estiveram imersos durante três dias de trabalho intenso, em um encontro presencial realizado em Manaus, no qual o grupo trabalhou, de modo individualizado e coletivo, o Modelo C, incluindo Teoria de Mudança, matriz de impacto e modelo de negócios.

Foram dias em que a confiança estabelecida entre o grupo proporcionou que todos avançassem no desenho individual de seus negócios, mas também contribuíssem para o avanço dos demais. A troca e as conexões estabelecidas giram em torno de aprendizados e desafios compartilhados sobre o empreender na Amazônia.

“A oficina de pré-aceleração tem como objetivo ser o primeiro encontro presencial com os negócios finalistas e os possíveis selecionados para investimento e aceleração na próxima jornada. É um momento em que a gente consegue conectar o diagnóstico de lacunas e demandas de apoio com o plano de aceleração, juntamente com o investimento que será realizado pela AMAZ”, define Gabriela Sousa, responsável pela aceleração de negócios e gestão institucional da AMAZ/Idesam.

Os participantes do encontro elogiaram a metodologia de trabalho proposta ao longo dos três dias, como também as trocas e conexões, sentindo-se parte de uma rede que partilha desafios semelhantes.

“A oficina de pré-aceleração nos ajuda a aprofundar entendimentos e análises que realizamos desde a Chamada, sobre cada um dos finalistas, e apoiá-los em demandas que tenham, principalmente relacionadas a modelagem e desenho de impacto.  Teve como resultado a constituição do Modelo C para os negócios que ainda não conheciam a ferramenta, e o aprimoramento para aqueles que já a haviam utilizado. Além disso, houve uma importante troca de saberes e a constituição de uma rede de relacionamento entre os participantes da oficina, e alguns projetos de parceria operacional podem surgir a partir desse encontro”, analisa  Rafael Moreira Ribeiro, responsável pela seleção de negócios da AMAZ/Idesam. 

Os negócios participantes do processo de pré-aceleração são: Amaz Amazon Super Plants, Apoena, ATLAS Florestal, BioAmazon, Coordenada Rural, FarFarm, Flor da Samaúma, MOMA e Zeno Nativo. Eles foram selecionados dentre 112 inscritos na Chamada 2023 da AMAZ. 

Os nove negócios finalistas atuam com soluções inovadoras para o desenvolvimento de produtos e serviços em cadeias de valor estratégicas para a conservação da Amazônia, tais como reflorestamento e produção agroflorestal, agricultura, pecuária e produção rural sustentável, produtos da sociobiodiversidade e cosméticos. 

Estão localizados nos estados do Pará, Amazonas, Amapá, Maranhão, São Paulo e em Santa Mônica, na Califórnia (EUA). A Chamada 2023 possibilitou a inscrição de negócios cuja atuação se dá na Amazônia Legal, mas que poderiam também estar baseados em outras regiões do país. 

A pré-aceleração prossegue ao longo de um mês, virtualmente, com acesso a assessorias, mentorias e apoio técnico da equipe da AMAZ e do Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia). 

O objetivo é ajudar os empreendedores a compreenderem e maximizar a capacidade de crescimento dos negócios em termos financeiros, técnicos, operacionais e, especialmente, de impacto socioambiental positivo.

A última etapa do processo é a participação em um pitch day, que será promovido pela AMAZ no fim de novembro, e logo depois serão anunciados os negócios selecionados para aceleração e investimento em 2024.

Tags: Sem tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *