Foto Tucum - divulgação

Tucum terá loja e ponto cultural no centro da cidade do Rio de Janeiro

Foto: Tucum/divulgação

Um ponto de encontro com a cultura indígena em suas diversas manifestações. É isso que a Casa Tucum promete a partir do próximo ano no centro histórico da cidade do Rio de Janeiro.

A Casa representa o retorno físico da Tucum à capital fluminense, onde o negócio gerenciou uma loja própria entre os anos de 2013 e 2019.

Para viabilizar o projeto, a Tucum participou de um processo seletivo do Programa de Incentivo Reviver Centro Cultural, da Prefeitura do Rio de Janeiro, que selecionou empreendimentos para ocupar 27 lojas vazias no centro da cidade, no quadrilátero formado pelas avenidas Presidente Vargas, Rio Branco e Primeiro de Março; pela Rua da Assembleia e por um trecho da Orla Conde.

A Prefeitura selecionou já os empreendedores e agora define com cada um o imóvel que melhor se adapta a cada uso. Será fornecida ajuda de custo para reforma e aluguel.

“A gente já procurava um lugar no Rio para voltar com a loja. Os clientes perguntam, todo mundo queria esse espaço de volta. Preparamos esse retorno com cuidado porque não queríamos voltar apenas como uma loja, mas sim dando espaço a toda a proporção que a Tucum tem hoje, à importância do trabalho que realizamos. Esse novo espaço vai comercializar os produtos de artesanato e arte indígenas, mas também oferecerá galeria para exposição de artistas residentes e do nosso acervo, cineclube e outras programações culturais”, define Amanda Santana, sócia fundadora e diretora criativa da Tucum.

Os requisitos para ocupação dos espaços incluíam a realização de atividades culturais, algo que já era acalentado por Amanda no projeto da Tucum. E o subsídio da Prefeitura foi uma grande motivação também para o retorno da loja física à capital fluminense.

“A Casa Tucum vai ser um espaço para as pessoas se aproximarem da realidade e cultura dos nossos parceiros. Vamos ampliar essas possibilidades e teremos também uma chamada para o Laboratório de Empreendedorismo Indígena, que vai funcionar dentro da Casa em 2024”, completa Amanda.

A Casa Tucum deverá iniciar seu funcionamento ainda no primeiro semestre do próximo ano.

Tags: Sem tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *